Entenda o que vai mudar no curso técnico integrado ao Ensino Médio

Estudante pode escolher entre 13 áreas de capacitação

A vida de um jovem que sonha ter uma formação técnica está prestes a ficar bem mais fácil. A reforma educacional homologada pelo presidente Michel Temer em fevereiro de 2017 propõe que o ensino técnico passe a compor a matriz curricular do Ensino Médio para quem optar pela capacitação. O aluno poderá seguir a formação profissional, junto com as disciplinas de Português e Matemática, inglês e outros conhecimento que estado expressos na BNCC,  até o fim do ensino básico. Ao final dos três anos, ele terá um certificado do ensino técnico e um diploma do Ensino Médio, que também permite o ingresso no Ensino Superior. As mudanças atendem às demandas dos jovens e também mercado de trabalho contemporâneo e prometem ampliar as oportunidades para os estudantes brasileiros. Atualmente, quem deseja qualificação profissional, entre o fim da educação básica e o início do Ensino Superior, pode optar por uma das três categorias de curso técnico oferecidas em todo o país.

A formação técnica de nível médio, em que o jovem precisará cursar 2400 horas do ensino médio regular e mais 1200 horas do técnico. O leque de possibilidades para quem quer seguir na capacitação profissional é enorme, conforme pode ser observado no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos - CNCT que é um instrumento que disciplina a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio, na orientação às instituições, estudantes e a sociedade em geral. Neste catálogo, o estudante poderá escolher entre 227 opções de cursos técnicos, onde cada uma dessas apresentará informações como carga horária do curso, perfil profissional, campos de atuação, entre outras informações.

Todos os cursos encontram-se distribuídos em 13 áreas, chamadas de Eixos Tecnológicos, a saber: 1. A primeira, nomeada Ambiente e Saúde, oferece 28 opções de cursos. Entre eles, estão os de Técnico em Agente Comunitário de Saúde, Técnico em Enfermagem, Técnico em Meteorologia e Técnico em Segurança do Trabalho.

2. O aluno que quiser seguir na área de Controle e Processos Industriais pode escolher entre 23 cursos, como Técnico em Eletrônica, Técnico em Manutenção Automotiva e Técnico em Sistema a Gás.

3. A área de Desenvolvimento Educacional e Social tem 11 possibilidades de cursos, voltados para atividades de apoio ao desenvolvimento da ação educativa. Entre eles estão Técnico em Alimentação Escolar, Técnico em Multimeios Didáticos e Técnico em Secretaria Escolar.

4. Quem optar por Gestão e Negócios pode escolher entre 17 cursos. As opções são voltadas para estratégias na busca por qualidade, produtividade e competitividade das empresas, como Técnico em Administração, Técnico em Recursos Humanos e Técnico em Secretariado.

5. A categoria Informação e Comunicação oferece 10 vertentes. Entre elas, Técnico em Informática, Técnico em Programação de Jogos Digitais e Técnico em Telecomunicações.

6. O eixo de Infraestrutura permite que o estudante escolha entre 17 cursos, como Técnico em Carpintaria, Técnico em Geoprocessamento e Técnico em Transporte Rodoviário.

7. O jovem que quiser seguir o caminho do universo militar tem muitas alternativas. São 35 cursos relacionados à formação do militar. Entre as opções de capacitação estão Técnico em Desenho Militar, Técnico em Guarda e Segurança e Técnico em Sinais Navais.

8. A área de Produção Alimentícia oferece 8 vertentes voltadas ao beneficiamento e industrialização de alimentos e bebidas, como Técnico em Alimentos, Técnico em Cervejaria e Técnico em Panificação.

9. Quem seguir o caminho de Produção Cultural e Design tem 30 opções relacionadas com representações, linguagens e projetos de produtos. As possibilidades vão desde Técnico em Artes Circenses até Técnico em Regência, passando por Técnico em Design de Joias e Técnico em Fabricação de Instrumentos Musicais.

10. O estudante que entrar para o setor de Produção Industrial tem 22 possibilidades de escolha de cursos técnicos. Técnico em Açúcar e Álcool, Técnico em Curtimento e Técnico em Têxtil estão entre as opções dessa área.

11. A capacitação em Recursos Naturais prepara o jovem para atuar com produção animal, vegetal, mineral aquícola e pesqueira. São 17 tipos de formação, entre elas, Técnico em Agricultura, Técnico em Florestas e Técnico em Recursos Pesqueiros.

12. Já o eixo de Segurança, conta com 2 opções: Técnico em Defesa Civil e Técnico em Segurança do Trabalho. 13. O aluno que opta pela área de Turismo, Hospitalidade e Lazer pode escolher entre 7 alternativas. Entre elas, estão Técnicos em Agenciamento de Viagem, Técnico em Cozinha e Técnico em Restaurante e Bar.